Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

HISTÓRIA DE DORES -SE II



Nossa Senhora das Dores Sergipe- SE
Histórico
No dia 4 de outubro de 1604, o capitão-mor Nicolau Felipe de Vasconcelos concedeu a Pero Novais de Sampaio, através de Carta de Sesmaria, duas léguas de terra em quadra "para pastorar seus "gados e criações". Essas terras iam do Outeiro das Piranhas a Enforcados, do lado do poente, ao longo do rio Sergipe "donde se encontravam terras devolutas e que nunca tinham sido povoadas de brancos".
Segundo Laudelino Freire, o povoado, no início, chamou-se Enforcados, em virtude de ali terem sido sacrificados alguns gentios que habitavam a região. Com a chegada de um religioso, pregador da Santa Missão, o topônimo foi mudado para Nossa Senhora das Dores.
Formação Administrativa 


Distrito criado com a denominação de Nossa Senhora das Dores, pela resolução provicnial nº 491, de 28-04-1858.
Elevado à categoria de vila com a denominação de Nossa Senhora das Dores, pela reslução provincial nº 555, de 11-06-1859, desmembra dos municípios de Capela e Divina Pastora. Sede no atual direito de Nossa Senhora das Dores. Constituído do distrito sede.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, a vila é constituído do distrito sede.
Elevado à condição de cidade com a denominação de Nossa Senhora das Dores, pela lei estadual nº 795, de 23-10-1920.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1960, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007. 


Fonte: IBGE

Um comentário:

  1. Um ótimo artigo temos muito ainda o que aprender para valoriza as histórias de nosso estado e são blogs como o seu que fazem toda a diferença.

    ResponderExcluir