Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

segunda-feira, 6 de junho de 2011

DIVINA PASTORA SERGIPE

Conhecimentos regionais:
 História, evolução econômica e política e aspectos

Divina Pastora: dos engenhos à peregrinação. Município nasceu de um curral de gado, cresceu com os engenhos e vive hoje praticamente da mão-de-obra da prefeitura.

* ver Referências.




Acredita-se que o município de Divina Pastora, distante 39 quilômetros de Aracaju, nasceu de um dos 400 currais de gado existentes em Sergipe na época da invasão holandesa. A plantação de cana-de-açúcar, que mantinha a pecuária e prevalecia na povoação, tempos depois deu lugar à cultura da cana-de-açúcar. Mas aos poucos os engenhos, que alavancaram a economia local e asseguravam emprego para os moradores, foram se fechando e deixando a população em situação difícil.

Não há registro do tempo exato em que a povoação Ladeira, nome dado inicialmente ao município de Divina Pastora, começou a se formar, mas há um fato que pode indicar uma data aproximada. Quando o vigário Manoel Carneiro de Sá tomou posse da paróquia de Siriri, em 18 de fevereiro de 1700, a freguesia de Ladeira já existia.


Em 31 de maio de 1833, através de uma lei provincial, a povoação passou à categoria de distrito administrativo. Três anos depois, no dia 12 de março, foi desmembrada de Maruim, passando a se chamar Vila de Divina Pastora. O distrito levou muito tempo para progredir. Só em 15 de dezembro de 1938, passou à categoria de cidade, sendo emancipada politicamente de Maruim.

população religiosa

Na cidade predomina a religião católica. A peregrinação realizada anualmente no 3º domingo de outubro comprova a força do catolicismo entre a comunidade. Prova disso é que os divina-pastorenses possuem dois padroeiros: Nossa Senhora de Divina Pastora, comemorada no 2º domingo de novembro - paróquia existe desde 1700; e São Benedito, que teve a sua festa realizada no último dia 11 de fevereiro.
A peregrinação destaca-se como turismo religioso da cidade, considerada um santuário de pagamento de promessas e agradecimentos de graças alcançadas desde a década de 70. A já tradicional romaria, criada no dia 17 de outubro de 1971 por dom Luciano Cabral Duarte - então arcebispo de Aracaju -, tomou amplitude com o padre Raimundo Cruz, pároco da cidade durante cerca de 12 anos. Atualmente ela atrai milhares de pessoas que saem em caravanas de todo o Estado de Sergipe, de Alagoas, Bahia e de vários pontos do país. Calcula-se que aproximadamente 60 mil pessoas visitam a cidade nesse dia.
A Betânia do São Francisco de Assis também é um grande reforço para o turismo religioso. Fundada pelo Irmão Walter, é um local escolhido pelos grupos religiosos para retiros espirituais. Ela fica localizada num local elevado, e oferece aos visitantes uma paisagem belíssima.
Na cidade, várias artesãs bordam o rendendê, ponto cruz e a renda irlandesa. Esta última, originada na Europa nos tempos medievais e trazida para Sergipe pelas missionárias européias, tem dona Alzira como uma das responsáveis pela resistência dessa tradição. Recentemente houve uma exposição no Museu do Folclore, no Rio de Janeiro, onde a renda irlandesa sergipana esteve presente.
No artesanato, destaca-se também ‘seu Neca’, entalhador de peças em madeira, com detalhes surpreendentes. Sua peças variam entre brinquedos infantis e objetos decorativos.

Política conturbada


O fato mais marcante na política de Divina Pastora foi o afastamento por improbidade administrativa da prefeita Acácia Maria Costa (PPS). Ela foi cassada pela Justiça no dia 28 de setembro de 1999, acusada de corrupção e vários desmandos administrativos. Acácia, que é filha do ex-prefeito José Marçal Costa, chegou a atrasar seis meses de salários dos servidores do município. Em conseqüência disso o comércio da cidade faliu, causando grandes dificuldades para o seu substituto, Antônio Carlos Santos (PMDB).
O ex-vereador Jeová de Oliveira Santos (seu Vavá), 71 anos, que nasceu e se criou em Divina Pastora, lembra que o político que arrumou a cidade foi José do Prado Barreto, prefeito durante três gestões. “Aqui era tudo mato. Foi ele quem tirou a cidade da lama, e botou água e luz. Ele também fez um parque de diversão que era cobiçado. Vinha gente até da capital trazer os filhos para brincar”, diz.
Seu Vavá lembra uma história interessante ocorrida na cidade quando os candidatos a prefeito não tinham concorrente. “Seu Jason Santos foi o último candidato único a prefeito da cidade e conseguiu perder para os votos brancos”, lembra ele.


Fausto de Aguiar Cardoso

A 22 de dezembro de 1864 nascia Fausto de Aguiar Cardoso no engenho São Félix, em Divina Pastora. Filho do Tenente-Coronel Félix Zeferino Cardoso e D. Maria do Patrocínio de Aguiar Cardoso. Passa sua infância desfrutando da condição de menino de engenho, que era, aproveitando os prazeres da vida campestre.


Fausto teve seu primeiro contato com os estudos ainda em sua terra natal, na escola do Padre Antônio. Destacando-se como irrequieto e inteligente, continua seus estudos em Maruim, Capela e no Ateneu Sergipense em Aracaju. Termina o curso secundário (Ensino Médio) no respeitado estabelecimento, Colégio Sete de Setembro, em Salvador.



Saindo da capital baiana presta exames na Faculdade de Direito do Recife, onde de 1880 a 1884 se destaca na vida acadêmica e se torna discípulo de Tobias Barreto. Recebe o apelido de “cidadão irrequieto das repúblicas estudantis”. Concluído o curso de Direito exerce diversos cargos em Sergipe, promotoria em Capela, Gararu, Riachuelo e Laranjeiras. Nesta última cidade colaborou com o jornal, “O Republicano”, e foi orador oficial do Clube Democrático de Laranjeiras, demonstrando sua vocação para a política. Em maio de 1890, Fausto transfere-se para o Rio de Janeiro, então capital federal. Lá desenvolve suas qualidades intelectuais, como advogado, professor, sociólogo, jornalista, poeta e político.




O aposentado do DER e ex-funcionário da Usina Vassouras, José Bispo dos Santos, 75 anos, nasceu em Riachuelo, mas chegou a Divina Pastora com 8 anos. Ele afirmou que em 1950 Orlando Dantas, dono da Usina Vassouras, transferiu tudo para a sua terra natal, Capela, por vingança, por ter perdido uma eleição.
Orlando Dantas, jornalista combativo, deputado estadual e federal por Sergipe, editorialista memorável, escritor que buscava analisar a economia e a história da sua terra sergipana, concorreu ao título de Sergipano do Século, promovido pela TV Sergipe recentemente, oportunidade em que Zé Bispo também se vingou dele.
“Ele era um patrão muito bom. Pagava todos os direitos dos funcionários, sempre em dia, e dava gratificação, casa, assistência médica e até 13º salário, quando ainda nem existia. Mas, como ele perdeu a política, levou a Usina Vassouras para Capela. Além de tirar meu emprego, ele arrasou a cidade - por isso eu não votei nele”, diz.
Seu Vavá rebate a afirmativa de que Orlando Dantas levou a Usina Vassouras para Capela porque perdeu a eleição, e concorda que ele foi o melhor empregador que já conheceu. “Os políticos tinham raiva dele porque ele defendia os pobres. Ele foi embora daqui porque não tinha mais campo para plantar cana”, explica.
Além da Vassouras, que era a mais importante usina da povoação - acompanhada pela São Félix, de Fausto Cardoso -, no auge da produção açucareira chegaram a funcionar seis usinas ao mesmo tempo no município. Em menor escala estavam a Salobro, de um senhor chamado Miguel; Limeira, de Pascoal da Limeira; Mato Grosso, de Gonçalo Rolemberg; e Fortuna, de Flávio Prado. Zé Bispo lamenta que o município era muito rico e hoje só resta praticamente a prefeitura para empregar a população. Aos poucos as usinas foram se fechando, uma a uma. A partir daí, os moradores voltaram a plantar capim para criar gado.

Filhos ilustres do município:

Fausto Cardoso, bacharel em Direito. Foi promotor público, poeta, filósofo e jornalista. Colaborou para jornais do Rio de Janeiro, como ‘O Dia’ e ‘A Imprensa’. Foi assassinado numa revolta acontecida na capital, em 28 de agosto de 1906, na praça que tem o seu nome.

Alexandre de Oliveira
, médico e deputado estadual em 1896.

Antônio Leonardo da Silveira Dantas, padre, político de grande influência e orador sacro de dotes excepcionais.


Agenor Costa
, filólogo, autor de um dicionário de sinônimos e locuções da língua portuguesa editado em 1950.


Marcelo Vilas Boas 

 

médico ortopedista reconhecido como um dos melhores do Brasil. Formou-se na Bahia e fez residência na Alemanha.

Carlos Alberto Mendonça
, especialista renomado em cabeça e pescoço, presidente da Unimed.
Divina Pastora hoje:
Região - Oeste (semi-árido)
Distância de Aracaju - 39 km
População - 4. 326 mil   EM 2010   
Fonte: IBGE, Censo Demográfico 2000-2010.

Atividades econômicas -

Petróleo, pecuária, cana-de-açúcar, argila, artesanato (renda irlandesa, brinquedos e objetos decorativos em madeira). Cerca de 70% da população sobrevive com salário da prefeitura.


 *   REFERÊNCIAS
CINFORM MUNICÍPIOS (História dos Municípios), Aracaju/SE, Junho de 2002, com texto de autoria de Edivânia Freire

46 comentários:

  1. Muito legal o conhecimento da história dos municipios,especialmente o de divina pastora,que compõe o estado de Sergipe. Aguardo ansioso pela segunda parte da história.

    ResponderExcluir
  2. Sempre é gratificante encontro pessoas preocupada com a história dos nossos municípios.Vc está de parabéns Prof.Adailton pelas postagens em seu blog e tbm pelas divulgação da histórias da cidade sergipana.

    ResponderExcluir
  3. Ola ADAILTON me arrume uma foto do Padre Antônio Leonardo da Silveira Dantas, ele foi padre e o primeiro intendente da cidade de Gararu em 1890. Eu preciso muito de uma foto dele, para minha pesquisa que eu faço sobre Gararu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, vc conseguiu a foto do Padre Leonardo Dantas? Sou bisneto dele e gostaria de ter um registro. Grato pela atençao.

      Excluir
  4. otimo vai me ajudar muito qd for prestar o concurso obrigado aguardo mais informaçoes.......

    ResponderExcluir
  5. divina pastora possui hino?
    se puder postar a releçaõ de prefeitos desde do primeiro ate o de hoje .....agradeçida

    ResponderExcluir
  6. gostaria de saber mais informaçoes sobre divina pastora a relacoes dos prefeitos etudo que possa cair em concurso obr.......gilvanete

    ResponderExcluir
  7. gostaria de saber os nomes de todos os prefeitos de divina pastora

    ResponderExcluir
  8. Caramba o pessoal realmente tá afim de passar no concurso da cidade, mais será que uma cidade onde 70% de sua população vive de salários da prefeitura ira aguentar mais 110 funcionários?
    Eis o problema Adilton gostaria muito que você desse uma olhadinha no capital anual bruto que a cidade recebe e quanto desse capital é comprometido com pagamento de salários a funcionários públicos!!!!
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  9. PRIMEIRAMENTE GOSTARIA DE PARABENIZÁ-LO PROFESSOR ADAILTON PELO EMPENHO NAS SUAS PESQUISAS E PELO BELO RESULTADO DELAS. O QUE DE FATO IRÁ COLABORAR BASTANTE PARA OS ESTUDOS DAS MUITAS PESSOAS QUE ESTÃO INTERESSADAS EM FAZER O CONCURSO PÚBLICO... AGRADEÇO TAMBÉM, POIS SOU UMAS DAS MUITAS PESSOAS QUE TEM INTERESSE NESSE CONTEÚDO... PARABÉNS E OBRIGADO! JOSELE FERREIRA

    ResponderExcluir
  10. “DIVINA PASTORA SERGIPE – Conhecimentos regionais: História, evolução econômica e política e aspectos”, encontrei no mesmo, diversos parágrafos idênticos ao publicado no livro CINFORM MUNICÍPIOS (História dos Municípios), Aracaju/SE, Junho de 2002, com texto de autoria de Edivânia Freire,

    obrigado pela dica Luis ( de Capela- Se)
    Adailton Andrade

    ResponderExcluir
  11. também ñ consegui ver as questões

    será que pode mandar pra mim?
    pri_economia@hotmail.com

    ResponderExcluir
  12. TBM NAO CONSIGO VISUALIZA-LS
    dany_unit@ig.com.br

    ResponderExcluir
  13. Gostaria de mas informações sobre o município,por favor quero saber mas sobre a política e economia da cidade.obrigada Luana
    Aracaju/SE

    ResponderExcluir
  14. miriam-sampaio@live.com

    fico bastante agradecida , se me mandar:)
    obrigada e parabens pelo site!

    ResponderExcluir
  15. Gostaria de mas informações sobre o município, sobre a política e economia da cidade.
    Por Favor!! seria muito grata... =D

    pam_feitosa@hotmail.com

    ResponderExcluir
  16. Na verdade li o artigo e fiquei com duas dúvidas,pois, em vários sites tem dizendo que Divina Pastora está localizada no leste sergipano, e aqui diz Oeste, e também no resto dos outros sites, dizem que o dia da peregrinação da Padroeira de Divina Pastora é o no terceiro domingo de outubro, e aqui diz ser no segundo domingo de novembro. fiquei em dúvida porque o matérial que o concurso disponibilizou pro concurso foi as informações deste site, mais encontrei essas pequenass diferenças, por favor, aguardo notícias

    ResponderExcluir
  17. gostaria de sabe os nomem dos prefeitos de divina pastora

    ResponderExcluir
  18. Olá gostaria de saber mas história da cidade datas comorativas, politicos anteriores hinos. Se puder me ajudar? Agradeço muito!!
    Meu e-mail licia2004@hotmail.com

    ResponderExcluir
  19. Anônimo do e-mail: licia2004@hotmail.com, o professor Adailton enviou esse material que você pediu, sobre datas comemorativa, hinos...?

    ResponderExcluir
  20. OLÁ,GOSTARIA DE TER TODAS ASINFORMAÇÕES SOBRE O CONCURSO POIS ESTOU COM DIFICULDADE DE ACHAR A REVISTA DOS MUNICÍPIOS DO CINFORM.SE PUDER ME AJUDAR MANDE PRO MEU E-MAIL DJAMILLYARAUJO@YAHOO.COM AGRADECIDA.

    ResponderExcluir
  21. GOSTARIA DE SABER MAS SOBRE OS NOMES DE TODOS OS PREFEITOS ,E TB SOBRE AS MANIFESTAÇÕES CULTURAIS.

    ResponderExcluir
  22. Gostaria de saber sobre os grupos folclóricos de Divina Pastora.Està de parabéns pelo site.Aguardo notícias.

    ResponderExcluir
  23. Obrigada pela pesquisa Adailton, que Deus lhe abençõe...

    ResponderExcluir
  24. Muito boa essas informções!!!realmente está de parabens!!Muito obrigada

    ResponderExcluir
  25. ola professor sou irmã de elenice que trabalhou no peti de maruim com o senhor ela te manda um forte abraço.
    obrigada pelas informações de Divina Pastora será de grande utilidade
    abraços - elisângela

    ResponderExcluir
  26. ADAILTON VC ESTÁ DE PARABÊNS PELAS INFORMAÇÕES...

    ResponderExcluir
  27. Núbia disse: Parabéns Professor por estas informações sobre Divina Pastora!Continue sempre divulgando a nossa história é um profissional desse que o Brasil precisa!

    ResponderExcluir
  28. oi professor,boa noite muito obrigada por eu ter acertando nove das dez questões sobre divina pastora em conhecimento regionais.beijoosss.Maria Raquel

    ResponderExcluir
  29. boa noite professor agradeço pelas informações sobre divina pastora acertei nove questões. poste a história de lagarto vou fazer o concurso e dessa vez quero acertar as dez questões. Que DEUS te abençoe.

    ResponderExcluir
  30. ola professor estou aguardando a história de lagarto e aquelas questões com gabarito que ajuda bastante na hora da prova. Grata Mary

    ResponderExcluir
  31. adailton,sou sergipano criado em são paulo, meu no é Samuel de andrade oliveira, e passei por sergipe algumas vezes porque sou camihoneiro,
    ser posivel teria como saber sobre algumas pessoas da vida publica ai que pelo que sei pouco,são meus "parentes" pois bem tenho a decedencia de uma pessoa conhecida como
    "coronél flavio" este no caso éra meu avô,que tihna usina de açucar conecida por fartura,e o Dr: Julio medico, este seria meu tio,descupe-me o incomodo,se posivel e o tenha conhecimento e puder-me dizer algo a respeito fico muito, gostaria apenas resgatar uma parte da minha historia, desde que possa não venha ser um incomodo ao Senhor grato, meu muito obrigado.
    o meu e-mail leumasas@ig.com.br

    ResponderExcluir
  32. Semião Manoel de Mendonça Neto.quarta-feira, abril 11, 2012

    Relação dos ex-prefeitos de Divina Pastora- Sergipe.
    1.Dermeval do Prado Gois.
    2.Jose do Prado Barreto.(tres mandatos)
    3.Carlos Barros de Mendonça.(dois mandatos)
    4.Manuel de Souza.
    5.Jason Santos.1976-1981.
    6.Jose Marçal Costa.1982-1988.
    7.Semião Manoel de Mendonça Neto- 1989-1992
    8.Raul Fernado Barreto Rollemberg - 1993-1996
    9.Acacia Maria Costa - 1997-1999.
    10.Antonio Carlo Santos.1999-2003.
    11.jose Carlos de Souza.2004-2008.
    12.Maria Augusta Lima Santos - 2009-2012

    ResponderExcluir
  33. Oi Véio, rsrsrs. Sou Isabela Bispo, filha de Vado de sua tia Tereza.
    Tudo bem?
    Descobri este blog hoje e ele está me ajudando muito. Tô estudando história (licenciatura)e fazendo uma breve pesquisa sobre a Renda Irlandesa para a aula de hoje.

    Parabéns pelo blog! Muito bom mesmo!!

    ResponderExcluir
  34. Meu nome é Messias Resende de Sá, estou fazendo uma pesquisa sobre o significado do nome das cidades sergipanas, como encontrei este site, que por sinal achei muito interesante, quero aproveitar para perguntar o Significado ou porque o nome DIVINA PASTORA.

    Abraço!!

    ResponderExcluir
  35. Gostaria de saber se você tem algo que fale sobre DRº JOÃO DE MELO PRADO, preciso muito fazer um trabalho mas não encontrei nada que m ajudasse. Ficarei agradecida pelas informações.

    Lhe passo meu E-mail: clau_div@hotmail.com

    ResponderExcluir
  36. Ola meu nome é Alex e gostei de conhecer um pouco da historia de Divina Pastora , pois minha família veio toda dai ,sou bisneto de Maria Baiana e ouvi dizer que temos parentes ai , ate mesmo que ja foi ou é vereadora ,meu sonho é um dia conhecer esta pequena cidade .

    ResponderExcluir
  37. Olá, parabéns meu amigo, adorei o blog. ❤

    ResponderExcluir
  38. Oi tudo bem?
    Gostaria de saber se vc tem algo sobre imigração italiana na região de Divina Pastora no seculo 19.


    Grata

    Mônica

    ResponderExcluir
  39. Ola

    Poderia falar um pouco sobre imigrantes italianos na região de Divina Pastora? ?

    Grata

    Mônica

    ResponderExcluir