Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

domingo, 11 de abril de 2010

ROSÁRIO DO CATETE PODE TER NOVAS ELEIÇÕES

Matéria do blog da jornalista  Kátia Santana  sexta, 9 de Abril de 2010



Rosário do Catete pode ter novas eleições


Isso porque a Justiça cassou os mandatos do prefeito Etelvino Barreto e do vice, Alexsandro Araújo


O juiz Pablo Moreno Carvalho da Luz, da Comarca de Maruim, cassou ontem os mandatos do prefeito e do vice-prefeito de Rosário do Catete, Etelvino Barreto Sobrinho, o ‘Vino’ (PMDB) e o Alexsandro Araújo (PT), respectivamente.

Também atribuiu a ambos uma multa no valor de 35 mil Unidades Fiscais de Referência (Ufirs), equivalente a pouco mais de R$ 35 mil para cada um. Eles são acusados de abuso do poder econômico e compra de votos nas eleições de 2008.

Até segunda ordem, o município ficará, “imediatamente”, sob o comando do presidente da Câmara Municipal, Hélio Santos (PV). Na sentença, o juiz revelou que, na época da campanha, o prefeito e o vice teriam prometido entregar casas em troca de votos a eleitores que participavam de um comício em praça pública.

De acordo com Pablo Moreno, os candidatos prometeram doar casas, em janeiro de 2009, caso fossem eleitos, aos moradores não contemplados por um programa habitacional.

“O fato de a promessa ter sido dirigida a um grupo de eleitores não individualizados nos autos, não desnatura a prática ilícita de captação de sufrágio, na medida em que, em que pese não se tenha nominado os eleitores,... foram declinados dados que permitem a identificação das pessoas alcançadas com tal promessa...”, destacou o juiz em sua decisão.

Cabe recurso da decisão, mas, se for mantida, uma nova eleição será realizada no município para a escolha dos administradores que vão gerir Rosário do Catete até o final de 2011. Fato idêntico e pelas mesmas razões aconteceu em Malhador e em Neópolis.

De acordo com a sentença, à época da campanha, o prefeito Vino e o vice Alexsandro, teriam prometido dar casas em troca de votos a eleitores que participavam de um comício em praça pública.
A decisão ainda cabe recurso e o prefeito vai recorrer da decisão, mas existe a possibilidade de uma nova eleição no município. "Os advogados do prefeito Vino vão entrar com recurso nesta sexta-feira, 9, recorrendo da decisão judicial", informa o assessor Antônio Teles.

                                                                                 

       

Prefeito Vino



Vice Alex
(fotos com direitos autorais Canidê Dantas )




A Prefeitura de Rosário do Catete passa a ser administrada pelo presidente da Câmara, Hélio Santos(PV), que tomou posse na noite desta quinta-feira, 8.


Hélio dos Santos, o helinho como é conhecido, o marco das mudanças que Rosario tanto espera !
 Agora um novo desafio, governar Rosário até as proximas eleições que tudo  esta caminhando para o mes de julho.

Nascido em Siriri, mas desde os quatro anos morando em Rosário do Catete, o presidente da Câmara Municipal, Hélio dos Santos, o Helhinho (PV), apesar de estar no primeiro mandato, tem mostrado serenidade e maturidade durante sua passagem pela presidência daquela casa. Tendo que administrar uma disputa, algumas vezes acirrada entre oposição e situação, Helhinho acredita que esses primeiros meses foram positivos para o Legislativo municipal. “Estamos trabalhando primeiro para que a população entenda a verdadeira função dos vereadores para que todos os parlamentares possam realizar um trabalho melhor para a comunidade. O reflexo já está sendo percebido. Muitas pessoas já comentam o bom trabalho que está sendo desenvolvido nesta casa legislativa. O comentário nas ruas está sendo muito positivo e isso nos orgulha bastante. A oposição é feita em época de campanha, mas depois temos que trabalhar em prol do povo, sempre”, afirma. Helhinho garante que todos os vereadores estão tendo condições de exercer seu mandato dentro da Câmara. “A democracia está sendo plenamente exercida e as divergências, muitas vezes, são deixadas de lado em benefício do povo. É bom deixar claro que nós estamos vereadores, não somos vereadores. Em 2012 vamos ser avaliados novamente pelo povo e se eles quiserem retornaremos à Casa Legislativa. Só seremos reeleitos se mostrarmos um trabalho de qualidade”, avalia o presidente, que falou com o JORNAL DA CIDADE sobre outras ações e planos da Câmara de Rosário.



A CÂMARA DOS VEREADORES QUEM ASSUMIU INTERINAMENTE FOI O VEREADOR NENO

                                                                     (foto: Canidé Dantas )

Aguardem mais notícias !