Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

HISTÓRIA DOS PREFEITOS DE ROSÁRIO DO CATETE


O HOMEM QUE TRANSFORMOU A EDUCAÇÃO
EM ROSÁRIO DO CATETE

JOSÉ MARTINHO XAVIER


adailton Andrade


Xavier assim como era conhecido em Rosário do Catete, e nos demais municípios do estado devido suas atividades profissionais, alem de prefeito exerceu varias outras atividades que contribuíram para o desenvolvimento do seu município, também é de conhecimento sua participação em diversos movimentos sociais e religiosos. Foi também dono de cartório e presidente de uma associação de caridade em Rosário do Catete, mas na qualidade de prefeito e de chefe político que deu maior visibilidade na carreira publica.
Xavier nasceu no antigo povoado Pedro Gonçalves, município de Rosário do Catete filho de Francisco Xavier das Chagas e dona Maria Marta de Jesus.foi aluno da conceituada professora Maria Rosa dos Santos isso logo no ano de 1933, concluiu o curso primário com outra professora Maria de Freitas Santos, anos depois conclui seu curso ginasial através do projeto Minerva, antigo curso Madureza.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

CÂMARA MUNICIPAL DE ROSÁRIO DO CATETE





CÂMARA MUNICIPAL DE ROSÁRIO DO CATETE




pesquisa: Adailton Andrade



RELAÇÃO DOS PRESIDENTES DA CÂMARA DE VEREADORES DE ROSÁRIO DO CATETE

HISTÓRIA DE SERGIPE PARA CONCURSO




A Revolução de 1930 em Sergipe



Adailton Andrade


Os anos que antecedem a revolução 1930 em Sergipe e que coincidem com os primeiros anos do regime republicano têm como principal característica à dominação de frações dominantes e oriundas do patronato rural composto principalmente pelos grandes produtores de açúcar, seguido de proprietários rurais oriundos da criação de gado ou cultura de exportação como o algodão. A primeira fase republicana é marcada pelo domínio da facção liderada pelo Monsenhor Olímpio Campos. Após a morte de Olímpio Campos o controle do poder é permutado entre lideranças tradicionais, como o General José Siqueira Menezes (1911-1914) , Oliveira Valadão (1914-1918) Coronel Pereira Lobo(1918-1922), Graco Cardoso (1922-1926) e Manoel Correia Dantas (1927-1930). Essa fase é marcada pela hegemonia do das classes patronais da onde inexiste praticamente a organização de classes operárias e subalternas. Trata-se de um período marcado pelo autoritarismo e pelo coronelismo conforme cita Ibarê Dantas "Os grupos oligárquicos que controlava a sociedade política sob a chefia de religiosos, civis e militares enquadrava-se na ideologia e nos interesses materiais da classe dominante, organizando-a sob a hegemonia da fração ligada ao açúcar". (Dantas. pág. 20). Apesar do predomínio das oligarquias, Sergipe ainda foi palco de alguns movimentos reformista, como: a Reação Republicana, o Movimento Tenentista em 1924, além da campanha da Aliança Liberal em 1926.



A Revolução de 1930 em Sergipe os Interventores



Por Luiz Antônio Barreto




O presidente Manoel Dantas elegeu seu sucessor na presidência do Estado, o comerciante Francisco de Souza Porto, experiente político oriundo do município de Nossa Senhora das Dores, por várias vezes deputado estadual, presidente da Assembléia, casado na família dos trucidados de Araraquara, episódio de violência da chamada República Velha, em São Paulo. Os revolucionários de 1930, no entanto, tiraram Manoel Dantas do Poder e não reconheceram a eleição de Francisco de Souza Porto, estabelecendo a política dos Interventores Federais, com plenos poderes no Estado.




sábado, 13 de fevereiro de 2010

PERFIL DO MUNICÍPIO DE ROSÁRIO DO CATETE





PERFIL DO MUNICÍPIO DE ROSÁRIO DO CATETE



ROSÁRIO DO CATETE
Adailton Andrade

PASSANDO POR REVISÃO..

HISTÓRIA DE ROSÁRIO DO CATETE






PREFEITOS DE ROSÁRIO DO CATETE



INÍCIO TÉRMINO NOMES
1905 1906 Manoel do Nascimento
1906 1907 Matias Curvelo de Mendonça
1908 1909 Alfredo Franco
1910 1911 José Curvelo de Mendonça
1912 1913 Pedro Ferreira de Barros
1913 1914 José Gomes da Cunha Sobrinho
1915 1919 Pedro Ferreira de Barros
1920 1922 Dr. Odilon Ferreira Machado
1923 1925 Padre Afonso Tojal
1926 1928 Antônio Soares Freire
1929 1930 Manoel da Silva Maynard
1930 1932 Salústio Vieira de Meio
1932 1933 Semeão Machado de Aguiar Menezes
1933 1934 Abílio Curvelo de Mendonça
1934 1935 João Machado Sobrinho
1935 1935 Polycarpo Diniz de Resende
1935 1935 Adalício Vieira de Menezes
1935 1937 Polycarpo Diniz de Resende
1937 1937 José Paes de Azevedo Sã
1937 1939 Polycarpo Diniz de Resende
1939 1939 Anfilófio Vieira de Azevedo
1939 1939 Ulysses Garcia da Rocha


sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

CONCURSO PÚBLICO DE ROSARIO DO CATETE

em revisão !

link para o edital:

http//www.seprod.com.br

AS INSCRIÇÕES FICARÃO ABERTAS NO PERÍODO DE
09 A 26 DE FEVEREIRO DE 2010, DAS 8 ÀS 13H-SEGUNDA A SEXTA. LOCAL: MUNICÍPIO DE ROSÁRIO DO CATETE NA SEDE DA PREFEITURA MUNICIPAL, SITUADA NA PRAÇA CLODOALDO PASSOS, Nº38, CENTRO .

HISTÓRIA DE ROSÁRIO DO CATETE





quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

PRAÇA FAUSTO CARDOSO E SUAS HISTÓRIAS

HISTÓRIA E MEMÓRIA

PRAÇA FAUSTO CARDOSO E SUAS HISTÓRIAS

NA MEMÓRIA DE MURILLO MELINS

Murillo Melins (foto: Aldaci de Souza,Infonet )



*Adailton dos Santos Andrade


Murillo Mellins nasceu em Neópolis, antiga Vila Nova, em 22 de outubro de 1928. Filho do saudoso Mário Mellins Intendente de Neópolis (antiga Vila Nova) foi uma pessoa simples de um grande conhecimento dos fatos que marcaram a História da capital. Alguns chamam Murillo de memorialista, outros de pesquisador, outros de guardião da História de Sergipe onde puxa as lembranças da memória política e cultural da nossa gente.